Tecnologias Educacionais facilitam a formação de pessoas e a inserção no mercado de trabalho

O mercado de trabalho pode ser, para muitos, um ambiente bastante competitivo. Cada vez mais as empresas estão à procura de profissionais que não apenas portam um diploma ou têm um certificado, mas sim que demonstram conhecer profundamente os assuntos que envolvem a sua área de atuação.

Uma das formas de se destacar no mercado de trabalho é aproveitar dos recursos que a tecnologia oferece para absorver conhecimentos relacionados ao seu campo de atuação. Profissionais bem qualificados e que demonstram boas capacidades argumentativas e para a resolução de problemas, tendem a enfrentar menos desafios nos processos seletivos das empresas.

Para esclarecer como as tecnologias educacionais facilitam o processo de formação de pessoas e, consequentemente, sua inserção no mercado de trabalho, separamos alguns pontos essenciais que destacam seus benefícios. Confira no resto desse artigo as informações que trouxemos!

A baixa qualificação é um desafio para alguns profissionais

A situação do mercado de trabalho no Brasil atualmente leva muita tensão aos profissionais desqualificados. Junto à população jovem, eles são os mais afetados pelo desemprego e o corte de vagas nas empresas.

Profissionais iniciantes e com baixa qualificação acabam, geralmente, sendo inseridos nas margens do mercado. Esse fator faz com que muitas empresas se comprometam com investimentos em programas de estágio e aprendizagem.

Maior qualificação é sinônimo de menores índices de desemprego

Os números relacionados ao desemprego favorecem àqueles com melhores qualificações.  Apesar de a qualificação ser um fator que destaca o profissional em relação aos não qualificados, ainda há uma grande concorrência mesmo entre os mais qualificados. Para que estes profissionais qualificados consigam aumentar suas chances de conquistar uma vaga ou serem inseridos no mercado de trabalho, se faz necessária a obtenção de cada vez mais experiência.

O uso das tecnologias educacionais permite isso, uma vez que lida com metodologias de ensino mais dinâmicas quando comparadas com as metodologias de ensino tradicionais: o profissional se qualifica e ainda tem uma base de como é a coisa na prática, fugindo de ficar preso apenas à teoria.

Atualização constante

Você já compreendeu como a ausência de qualificação pode prejudicar um profissional frente ao mercado de trabalho. Agora, é importante saber os benefícios que a tecnologia educacional traz ao profissional em fase de formação. Vamos lá?

O de maior destaque é a possibilidade de atualizações constantes. Como as tecnologias educacionais têm um maior dinamismo quando comparadas a outras metodologias, limitações físicas e espaciais não mais se tornam impeditivos para o alcance de um bom aprendizado.

Isso faz com que a possibilidade de atualização profissional se dê de maneira menos complicada. O acesso à informação e o uso de tecnologias que intermedeiam a relação entre tutores e alunos, garantem uma abundância de conhecimentos ao dispor da parte interessada em aprender. As maiores chances de especialização e ampliação do leque de conhecimentos do profissional fazem toda a diferença na hora de conquistar novas posições no mercado.

Aprender a lidar com desafios

Ao longo da vida de todos nós é comum que surjam novos desafios. Em relação à vida profissional não é diferente. O aprendizado através do uso das tecnologias educacionais introduz o profissional em um novo mundo, repleto de coisas que estão prontas para serem descobertas.

Essas novas descobertas exigirão dedicação e comprometimento por parte do profissional, e isso é uma coisa boa. Essas exigências estimulam o desenvolvimento do pensamento estratégico, fazendo com que ele tenha que aprender a administrar seu tempo — de forma que o cronograma das tarefas relacionadas ao aprendizado não entre em conflito com outras atividades do cotidiano — e recursos.

Mas, por que, para muitos, adotar novos hábitos pode ser um desafio? Porque a pessoa está saindo da sua zona de conforto. É importante lembrar de que apesar da exigência da adaptação, o esforço vale a pena, justamente porque abre espaço para que o profissional desenvolva habilidades até então pouco exploradas. O mercado de trabalho valoriza isso!

Reconhecimento

O acesso a diferentes cursos, viabilizado graças ao uso das tecnologias educacionais por parte das empresas, aumenta as chances de o profissional ser reconhecido no mercado de trabalho. Um novo curso ou treinamento adicionado ao currículo pode ser extremamente vantajoso na conquista de uma vaga de emprego.

Vale lembrar que cargos e salários que encontram-se em níveis mais elevados são destinados aos profissionais que detêm de melhores formações acadêmicas, técnicas e profissionais. O reconhecimento se torna apenas uma consequência do investimento aplicado pelas empresas e da dedicação dos que têm vontade de aprender.

Networking

Networking é uma palavra muito usada no meio do empreendedorismo para designar a rede de contatos de alguém, e as tecnologias educacionais contribuem para aumentar a networking de empresas e profissionais de todos os nichos.

Como dito anteriormente, as tecnologias educacionais ultrapassam qualquer limite que antes era imposto por metodologias mais ultrapassadas. Agora, a relação entre empresas e profissionais se dá de maneira mais íntima e dinâmica.

Essa proximidade acaba sendo benéfica para ambas as partes: para os profissionais, porque pode instigar o interesse por parte de empresas e empreendedores; para as empresas, porque viabiliza a contratação de mão de obra especializada e o fechamento de possíveis parcerias. Vale ressaltar que networking não diz respeito apenas à relação entre empresas e profissionais, mas também de empresas para empresas (B2B) e de profissionais para outros profissionais.

Seja para as empresas ou para os profissionais, é importante estabelecer networking.

As tecnologias educacionais vêm mudando a forma como os profissionais se relacionam com o mercado de trabalho. Embora, para muitos, a inserção no mercado e a conquista de novas vagas de emprego sejam um desafio, é possível adotar medidas que contornam esse obstáculo.

A facilitação da formação de pessoas é um dos fatores que vêm proporcionando um melhor relacionamento entre profissionais e empresas. Como pudemos ver, uma melhor capacitação profissional não apenas estimula a absorção de novos conhecimentos, mas também auxilia na criação de redes de contatos e na obtenção de reconhecimento por parte das empresas.

Sejam as empresas ou os profissionais, todos se beneficiam com o aumento da mão de obra qualificada disponível para ingressar no mercado de trabalho. Por esse motivo, o investimento em tecnologias educacionais se faz necessário não só para se alcançar a prosperidade individual, mas também a prosperidade coletiva.

By | 2019-04-02T12:31:21+00:00 abril 2nd, 2019|Blog|0 Comments

Leave A Comment

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE